Browse By

Presidente Bolsonaro descarta prorrogação do auxílio emergencial

Presidente Bolsonaro descarta prorrogação do auxílio emergencial.

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), na manhã desta terça-feira (26/1/21) participou da Cerimonia de Abertura da Conferência de Investimentos da América Latina, por videoconferência.

Participaram também da abertura da Latin America Investment Conference (videoconferência), os ministros, Ernesto Araújo, Ministro de Estado das Relações Exteriores; Paulo Guedes, Ministro de Estado da Economia; e Roberto Campos Neto, Presidente da Banco Central do Brasil.

Em seu discurso, Bolsonaro falou das dificuldades enfrentadas mediante a pandemia da Covid-19.

“O ano de 2020 foi desafiador para todas as economias do mundo, em razão da pandemia. O Brasil está em processo de recuperar o seu dinamismo econômico e 2021 será um ano de resultados bastante positivos. Todo trabalho que estamos desenvolvendo para criar uma economia brasileira mais aberta, produtiva, eficiente e competitiva, está em sintonia com a atração de investimentos estrangeiros diretos, particularmente para projetos prioritários na área de infraestrutura.” disse Bolsonaro.

Presidente Bolsonaro descarta prorrogação do auxílio emergencial

Bolsonaro disse ainda que pretende acelerar os leilões, concessões e privatizações, para fazer a economia deslanchar.

Pretendemos acelerar os leilões e concessões e privatizações, em especial no âmbito de Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que tem uma carteira de projetos estratégicos de longo prazo, baixo risco e com taxas de retorno atraentes e estáveis” afirmou Bolsonaro.

Sobre o PPI, Bolsonaro disse que “Em quatro ano de existência do PPI, foram entregues 201 projetos, que corresponde a R$ 740 bilhões de reais em investimentos e 144 bilhões de reais em outorgas. Entre 19 e 20, concluímos 65 leilões e projetos”.

Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta terça-feira (26) que seu governo vai respeitar o teto de despesas e descartou a prorrogação do auxílio emergencial.

“Não vamos deixar que medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanentes de despesa, nosso objetivo é passar da recuperação baseada no apoio ao consumo para um crescimento sustentável”, afirmou em um evento do Credit Suisse.

Veja o vídeo na íntegra: